Blog

Você sabe o que é Medicina Intervencionista da Dor?

 

Cada vez mais comum para os pacientes, a Medicina Intervencionista da Dor é uma área da medicina que tem como principal benefício o uso de procedimentos minimamente invasivos que podem ser indicados para diversos casos. São possibilidades terapêuticas e propedêuticas, inclusive, para síndromes dolorosas de difícil controle.

Os procedimentos mais frequentes são bloqueios testes, bloqueios terapêuticos, procedimentos por radiofrequência, implante de cateteres peridurais e bombas de infusão.

Em sua grande maioria são procedimentos guiados por radioscopia, ultrassonografia e em casos excepcionais por tomografia.

A quase totalidade dos casos são realizados a nível ambulatorial com anestesia local, poucas situações necessitam sedação, o paciente sendo liberado para casa pouco tempo após o tratamento.

 

 

Indicações terapêuticas para a medicina intervencionista:

  • Síndrome dolorosa miofascial: Dor regional originada de pontos hiper-irritáveis denominados de pontos-gatilho miofasciais localizados em bandas tensas dos músculos.
  • Dor cervical, torácica e lombar: Por contraturas da musculatura e/ou comprometimento neural.⠀
  • Dor em ombro: Lesões crônicas nos tendões (tendinites), bursites e capsulite adesiva.⠀
  • Dor em cotovelo, punho e mão: Lesões tendinosas crônicas, contraturas de tecidos moles relacionadas à cápsula e aos ligamentos.⠀
  • Dor em quadril: Lesões tendinosas, nos casos de alterações osteoarticulares pode ser realizados bloqueios como conduta prévia à prótese de quadril.⠀
  • Dor em joelho: Lesões ósseas (artrose) e ligamentares, faz-se os bloqueios dos nervos geniculares.
  • Dor em tornozelo e pé: tendinites e neuroma plantar.

 


Veja mais:

Confira entrevista com o Dr. Carlos Maçaneiro ao jornal Balanço Geral sobre procedimentos intervencionistas.

Compartilhar
Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on whatsapp
WhatsApp

Veja Também